10 coisas sobre Varsóvia

1) Hospedagem: Varsóvia hoje é uma cidade de negócios, então a maior parte dos hotéis é voltada para o público executivo. Não é a toa que muitos deles ficam perto da Estação Central, de onde também é fácil o acesso para o aeroporto. Só que, para o turista comum, essa localização não é muito interessante, pois fica meio distante da Cidade Antiga e do Caminho Real, os principais pontos turísticos da cidade.               

Por outro lado, na Cidade Antiga mesmo, achei poucas opções de hospedagem quando estava procurando meu hotel.              

Acabei ficando no Ibis Stare Miasto, que, na verdade, não está muuuito perto da Cidade Antiga. Fica no bairro Muranów. Mesmo assim, a localização se mostrou muito conveniente, pois o acesso para a Cidade Antiga é bem fácil de ônibus ou a pé (10 ou 15 minutos de uma caminhada agradável) e também há boas opções de transporte para outras áreas da cidade.              

Ibis Stare Miasto - Varsóvia

Voltaria a ficar nesse Ibis com certeza, mas procuraria uma opção de hospedagem perto da rua Nowy Swiat, para aproveitar os restaurantes e cafés dessa região à noite sem me preocupar com a volta pra casa.               

2) Transporte: o transporte público em Varsóvia é ótimo. São úteis para os turistas principalmente os ônibus e trams. Há vários tipos de bilhetes, mas o ideal são os que duram o dia inteiro ou três dias. Podem ser comprados em qualquer fiteiro ou com o motorista (nesse caso, tenha o troco certinho!). Dentro dos ônibus, painéis informam o nome das paradas para que o turista não se perca. E em cada ponto, há informações bem didáticas sobre os horários das linhas. Notei que, no final de semana, algumas linhas de ônibus mudam seu trajeto (por exemplo, não passam pela Nowy Swiat, que fica reservada aos pedestres), então, é bom ficar atento. Para informações bem detalhadas sobre ônibus, trams e metrô, em inglês, clique aqui. O site também tem um simulador de trajetos fantástico.     

3) Página oficial de turismo e centro de informações ao turista: a página de turismo de Varsóvia  é tão cheia de informações que fica até difícil escolher o que ver!            

O melhor guia de viagem sobre Varsóvia que encontrei são as brochuras e folders do escritório oficial de informações ao turista. Tem um deles bem na Cidade Antiga, na praça do mercado. A dica é passar lá para pegar um mapa e os guiazinhos gratuitos antes de começar os passeios. E por falar em passeios…            

4) Cidade Antiga (Stare Miasto) e Cidade Nova (Nowe Miasto): formam a região mais antiga de Varsóvia (a Cidade Antiga é do século XII, e a Nova, do XIII) e que foi totalmente destruída durante a II Guerra Mundial. Apesar de não ser “original”, a Praça do Mercado (Rynek Starego Miasta) é linda e cheia de cafés e restaurantes. Imperdíveis também o Barbakan (muralhas da Cidade Antiga) e a Basílica de São João Batista, a mais antiga das igrejas de Varsóvia, construída em 1339.              

Praça do Mercado - Cidade Antiga

Igreja de São Martinho - 1356

Barbakan - Muralhas da Cidade Antiga

Basílica de São João Batista - 1339

Entre a Cidade Antiga e a Cidade Nova

5) Castelo Real: a construção original data do século XIII, mas, em 1596, quando a capital da Polônia mudou de Cracóvia para Varsóvia, passou a ser a residência do rei e também a sede dos poderes executivo e legislativo. Também foi quase totalmente destruído durante a II Guerra e reconstruído nas décadas de 1970 e 1980.   

Praça do Castelo Real (o castelo é esse à direita)

 Hoje, o Castelo funciona como museu e centro cultural. Tive a sorte de ver lá o quadro Dama com um Arminho, de Leonardo Da Vinci, em exposição temporária. A obra faz parte do acervo do Museu Czartoryski, de Cracóvia, que está em reforma. Acho que foi a única oportunidade na vida de ficar sozinha (bem, tinha os fiscais de sala, claro!) na presença de um quadro de Da Vinci (tão diferente da Mona Lisa…)!   

5) Caminho Real: começando no Castelo, o Caminho Real segue pelas ruas Krakowskie Przedmiescie e Nowy Swiat até os Palácios Lazienki e Wilanów. A rota toda é longa demais para uma caminhada, mas a linha 116 de ônibus segue exatamente esse trajeto. A parte que vai do Castelo até o final da Nowy Swiat merece ser percorrida a pé. 

A Krakowskie Przedmiescie é pontilhada por prédios históricos como a Universidade de Varsóvia, o Palácio Presidencial, o Museu Chopin e uma quantidade quase incontável de igrejas. 

Krakowskie Przedmiescie

Já a Nowy Swiat é uma seqüência de cafés, restaurantes e lojinhas interessantes. É a área mais gostosa de Varsóvia para relaxar, especialmente o cruzamento com as ruas Foksal e Chimielna.   

Nowy Swiat

6) Palácio Lazienki: construído no século XVII, foi usado como residência de verão da realeza polaca. O palácio fica no meio de um parque enorme e parece flutuar sobre um lago. Nos seus jardins, há um monumento em homenagem a Frederic Chopin. A visita é mais legal em um dia de sol, porque dá para aproveitar mais o passeio pelo parque. Eu não tive tanta sorte com o tempo… Estava frio e caía uma chuvinha fina, que me desanimou de seguir até o Palácio Wilanów, onde termina o Caminho Real.   

Palácio Lazienki

7) Chopin: 2010 é o ano do bicentenário de Frederic Chopin, e Varsóvia, cidade onde o artista passou os primeiros anos de sua vida, está celebrando a data exaustivamente. Há concertos, exposições e muita divulgação do seu trabalho. O Museu Chopin fica no Caminho Real, mas dá para conhecer mais sobre o artista na rua mesmo: basta procurar os bancos de praça pretos espalhados pela cidade, que demarcam a rota dos pontos turísticos relacionados à vida e à obra do músico.              

8 ) Palácio da Cultura e da Ciência (e o realismo socialista): o Palácio da Cultura e da Ciência é o prédio mais alto de Varsóvia e também o maior símbolo da arquitetura típica do regime socialista na cidade: foi um presente da União Soviética para o povo polonês. A construção é muito imponente, do tipo que transmite de forma muito clara as idéias de poder e força, e é o principal marco do realismo socialista em Varsóvia.   

Palácio da Cultura e da Ciência

Confesso que achei aquele monstrengo meio assustador e entendo bem os que defendem que ele devia ser demolido… Mas, como adoro um mirante, não resisti e subi até o topo para ter uma vista de 360º de Varsóvia.   

No alto do Palácio da Cultura e da Ciência

O realismo socialista ainda está espalhado pela cidade e há muitos outros exemplos para serem descobertos além do Palácio da Cultura e da Ciência, principalmente nas ruas próximas da Nowy Swiat, onde fica o centro financeiro de Varsóvia, e no bairro de Muranów (o Ibis em que fiquei está nessa região).   

No centro financeiro

Mais realismo socialista

 

9) Museu da Insurreição de Varsóvia: Varsóvia foi uma das cidades que mais sofreu durante a II Guerra Mundial, pois o conflito começou ali e aconteceu na área urbana, invadindo a vida das pessoas comuns, que tiveram de conviver com o domínio alemão de 1939 até 1944, quando a resistência polonesa retomou o poder.A história da insurreição de Varsóvia é contada no Museu Powstania Warsawskiego, novíssimo e todo interativo. A exposição mostra como era viver na cidade sitiada e como os poloneses conseguiram retomá-la dos alemães. Imperdíveis os vídeos da época exibidos no cinema. 

Museu da Insurreição de Varsóvia

Como está um pouco afastado da parte mais turística da cidade, a melhor forma de chegar é pegar um ônibus (saindo da Cidade Antiga, o melhor é o da linha 178 – descer na parada Rondo Daszynskiego). 

10) Inglot:  essa dica é para as mulheres. A Inglot é a principal marca de maquiagem polonesa. As lojas são maravilhosas, têm uma variedade enooorme de produtos e de cores. E os preços são ótimos. Irresistível para qualquer moça!

About these ads

99 Responses to “10 coisas sobre Varsóvia”


  1. 1 carolina 29/08/2010 às 22:44

    Oi Wanessa, adorei o blog e obrigada pela dica no site do riq freire…bjos

  2. 3 Ludmila Diniz 15/09/2010 às 16:52

    Olá,

    Meu nome é Ludmila Diniz, trabalho no departamento de Marketing do site Mundi, buscador de viagens especializado na comparação de preços de passagens aéreas e hotéis em mais de 30.000 destinos ao redor do mundo.

    Gostaríamos de convidar o Caderno de Viagem, a participar do Mundinheiro. O Mundinheiro é o programa de afiliados que paga o maior valor por clique do segmento (R$ 0,25 no Clique Hospedagem, R$ 0,15 no Clique Passagem), além de ser possível ganhar pelos dois tipos de clique de uma só vez.

    Dispomos de ferramentas exclusivas e de fácil personalização, que se encaixam em qualquer tipo de conteúdo e agregam ainda mais valor ao site do afiliado.

    Para saber mais acesse o link http://www.mundinheiro.com.br/

    Aguardamos o contato e estamos a disposição para eventuais dúvidas e esclarecimentos.

    Atenciosamente,

    Ludmila Diniz
    Equipe Mundinheiro

  3. 4 pacotes turisticos 30/09/2010 às 22:57

    Lindas imagens deste belo pais, espero que um dia posso visitar Varsóvia, parabens pelo blog.

  4. 5 Roadrunner 04/10/2010 às 13:31

    Já passaram 5 anos desde que estive em Varsóvia, mas na altura fiquei excelentemente bem hospedado por um preço irrisório, através de reserva feita pela internet! O preço foi tão baixo que antes de viajar desconfiei da qualidade do hotel – mas não, o Sofitel Victoria de 5 estrelas com casino e tudo, mesmo no centro, junto ao Jardim Saxão e monumento ao soldado desconhecido, a poucos metros da Krakowskie Przdemiecie foi um dos melhores hoteis onde estive hospedado!
    Para completar, de referir que voei através de uma companhia low-cost subsidiária da Lot, que actualmente já não existe: a Centralwings. Lisboa/Varsóvia/Lisboa por 100 euros!
    Quanto à cidade, gostei muito da combinação antigo/moderno, e dos pormenores (memoriais, monumento, etc.) que nos “atiram” para um passado recente e sombrio. Cada recanto, cada esquina, cada rua tem uma história de tragédia e sofrimento mas também de resistência e heroicidade para contar. Já para não falar das polacas… Sem dúvida uma cidade para rever. Na altura estendi o meu périplo a Cracóvia e Auschwitz (que se deve visitar pelo menos 1 vez na vida – um momento extremamente marcante e emocional).

    Saudações do Roadrunner!

    • 6 Wanessa 06/10/2010 às 19:10

      Ótimo relato, Roadrunner! Também adorei Varsóvia, acho que não tinHa muitas expectativas e acabei me surpreendendo. O Sofitel é mesmo muito bem localizado, mas acho que, quando viajei este ano, ele não tinha mais um precinho tão amigo, não…

  5. 7 tripr3 20/12/2010 às 16:14

    Gostei muito do seu blog!
    Oi! Vi que o seu blog também fala sobre viagens, turismo e achei super interessante! Gostaria de te convidar para conhecer o nosso blog, o Trip R3 (www.tripr3.wordpress.com) e se gostar, nos adicionar no seu blogroll. Aliás, já tomei a liberdade de adicionar o seu blog em nossa lista ;-)
    Abraços,
    Sol.

  6. 8 Georgia 29/12/2010 às 13:04

    Oi Wanessa! Tudo bem? Adorei o blog! Cheguei aqui pelo google, pois estou pesquisando a Europa central para viagem em 2011. Lembro que li no VNV sobre o seu problema de saúde em Budaepste. Uma coincidência engraçada é que eu estava lendo o seu relato do planejamento da viagem e vc contou que achou a dica da click4sky. Fui em quem deixou a dica no VNV pois voei dois trechos com essa cia. Foi tudo ótimo.
    Bom, precisava de uma ajudinha… Só tenho 14 noites no total e estava pensando em visitar Varsóvia, Cracóvia (+ campo), Viena, e voltar em Budapeste e Praga. Acho que não vai dar… vou ter que tirar alguma cidade do roteiro. Queria saber quanto tempo vc recomendaria para Varsóvia e Cracóvia. Estou pensando em começar por Varsóvia. Obrigada, Beijos, Georgia

    • 9 Wanessa 29/12/2010 às 17:38

      Oi, Geórgia!

      Quando eu organizei meu roteiro, não segui a ordem que seria mais racional, como vc deve ter lido no outro post. Achei meio complicado o deslocamento entre esses países, mas, com planejamento, tudo se resolve.

      Fiquei encantada com as cidades da Polônia e, como gosto de ficar pelo menos 3 noites em cada lugar para não ter a sensação de estar correndo, é difícil dizer que você deve ficar menos do que isso. Mas, pelo que deu pra perceber das suas pretensões (5 cidades em 14 dias), o seu estilo de viagem não é tão slow quanto o meu :-)! Então, 2 noites em Varsóvia e 2 em Cracóvia pode ser o suficiente.

      Cracóvia é bem mais compacta do que Varsóvia. Fiquei em um hotel dentro da muralha da cidade antiga e achei a localização perfeita (http://www.booking.com/hotel/pl/polski-pod-bialym-orlem.html?sid=e81d6e9d8e5a0f819c4af92a75bf5c91;checkin=2011-04-02;checkout=2011-04-06). A falta de tempo fez com que eu parasse de escrever no blog e não fiz um post pra ela, mas a cidade é do tipo “conto de fadas”. Vou tentar resumir o que vi pra você avaliar se precisa de mais de 2 dias (1/2 da chegada, 1 dia inteiro e 1/2 da saída).

      Visitar o Castelo Wawel pode tomar um dia quase inteiro. O outro dia, você pode usar para ir a Auschwitz-Birkenau, passear pela praça da cidade antiga e visitar a Igreja de Sta. Maria e as ruazinhas dos arredores.

      Sobre os campos de concentração, só tenho a dizer que a visita é fantástica, muito organizada e riquíssima em informações, mas não é um passeio pra todo mundo, pois não tem como não se emocionar e se impressionar as evidências do que aconteceu ali. Eu fiz com uma agência, mas devia ter ido sozinha. Confesso que fiquei com um pouco de preguiça de procurar informação sobre os trens e ônibus pra ir por minha conta e resolvi contratar a agência, mas me arrependi redondamente (por que será que sempre acontece isso quando contrato agência??) Enfim… a visita aos campos (hoje, museus) é feita com os guias de lá mesmo, então, quanto a esse aspecto, não vai haver diferença se você for com agência ou por conta própria (nesse caso, vai ser encaixada em um grupo na entrada). Em Auschwitz, é obrigatório acompanhar o guia, mas em Birkenau, você vai poder ficar quanto tempo quiser e explorar o lugar sozinha. O motivo do meu arrependimento foi que a guia da agência ficou apressando pra ir embora depois da visita em Birkenau, e eu queria ficar mais tempo lá. Se der vontade de comprar alguma coisa na lojinha de Birkenau (tem livros bem interessantes), vá em frente. Não achei os preços mais caros lá e me arrependi de não ter comprado um livro que depois não encontrei em Cracóvia.

      Fora dos muros da cidade medieval, eu visitei o Museu Narudove, que tem uma coleção maravilhosa de pintura modernista polonesa (coisa que eu nem sabia que existia!). Fora dos muros, você pode visitar também o Museu Mangá, que é dedicado às gravuras japonesas (eu fiquei louca quando soube desse museu, porque tenho paixão por essas gravuras, mas a coleção não estava exposta na época…). Existe também um bairro (Nowa Huta) construído na época da dominação soviética, seguindo a arquitetura típica desse período, onde não fui por causa da chuva! Se sobrar tempo, você pode usar para ir às Minas de Sal de Welicka, mas apesar da muita propaganda que li, não me empolguei pra ir. A Luisa, do Arquivo de Viagens (http://arquivodeviagens.wordpress.com/), tem um ótimo post sobre esse local.

      Sobre Varsóvia, o post já tem tudo o que fiz por lá. Ela é muito mais “espalhada” do que Cracóvia, mas o transporte público é ótimo e é rápido chegar nas atrações mais distantes. Acho que 2 dias é suficiente lá, mas, se a sua chegada for direto do Brasil, leve o cansaço da viagem em conta na divisão dos dias.

      Se eu puder ajudar em mais alguma coisa, é só falar!

  7. 10 Georgia 29/12/2010 às 18:10

    Wanessa, obrigadíssima! Acho que vou acabar tirando a cidade mais difícil de encaixar para tornar o roteiro mais calmo. Sou mais slow do que o que está parecendo mas 14 dias é muito pouco e como já conheço 2 das cidades pensei em acelerar pra nao deixar nenhuma de fora. Mas nao gosto de correria nao e tenho trauma de 2 noites pq me lembra a unica excursao pra Europa que fiz. Affe..Mas isso tudo ‘e muito preliminar. Tenho uma viagem na frente que j[a estou quase terminando de planejar e, no segundo semestre de 2011 devo fazer esse roteiro pela Europa Central ou Russia. Tenho milh’oes de d[uvidas. Obrigada, vc me ajudou muito. Desculpa os acentos.. depois conto o andamento. Beijos

  8. 12 sairdobrasil 28/02/2011 às 20:49

    Boa Noite! Wanessa,

    Como tem passado?
    Desculpe comentar em seu post algo que nada tem haver com relação ao belo trabalho feito acima. Mas procurei e não encontrei um email de contato, gostaria de lhe fazer um convite caso seja possível entre em contato comigo.

    Abraços e parabéns pelos artigos!

  9. 14 Marcie 05/04/2011 às 22:35

    Querida, totalmente off-topic, mas passei por aqui para lhe desejar um super feliz aniversário, e toda a alegria do mundo. Beijo enorme.

  10. 16 Eliane 19/05/2011 às 14:48

    Oi,Wanessa!

    O que você acha da localização desse hotel http://www.booking.com/hotel/pl/david.en.html em Cracóvia? Está super bem avaliado no Booking e o preço está bastante bom…

    Eliane

    • 17 Wanessa 19/05/2011 às 19:59

      Eliane, você acredita que não fui ao bairro judeu em Cracóvia? Tinha me programado pra ir, mas no dia choveu muito, não combinava com passeio a pé. Acabei sem ir. Como seu hotel fica lá no bairro judeu, não tenho como dizer como é a região. Só olhando o mapa, achei que não está tão longe do Castelo Wawel e da praça medieval, mas eu procuraria alguma opção ainda mais perto, porque quase tudo em Cracóvia fica no entorno dessa praça.Eu fiquei bem na cidade antiga mesmo, perto do portão da antiga muralha da cidade (Barbican), e posso dizer que ter ficado ali contou muitos pontos para eu ter ADORADO Cracóvia. Meu hotel foi esse: http://www.booking.com/hotel/pl/polski-pod-bialym-orlem.en-gb.html?sid=f203de8fd7996474c52551d5c20935ec. Nossa, agora fiquei morrendo de saudades de Cracóvia!

      Em 19/05/2011 14:48, comment-reply@wordpress.com <

      • 18 Eliane 20/05/2011 às 9:29

        Obrigada, Wanessa!
        Ainda vou lhe importunar muito com perguntas sobre o Leste. Além da Polônia, vou também passar por Budapeste-Viena-Praga, e o post que o Ricardo Freire publicou com suas dicas tem me ajudado bastante. Mas prometo que se eu visitar o bairro judeu, depois eu volto aqui para lhe contar como foi! : )

        Eliane

  11. 20 marcio 24/05/2011 às 11:37

    Wanessa,

    Legal ver o post de Varsovia. Ainda não conheço, mas tá na listinha.

    Abs!

    Marcio

    • 21 Wanessa 24/05/2011 às 20:27

      A Polônia me surpreendeu muito. Comecei a planejar a viagem pensando apenas em ir ao campo de concentração de Auschwitz e descobri que tem muito mais para se ver por lá.

  12. 22 Eliane 24/05/2011 às 17:53

    Oi, Wanessa! Não falei que voltaria a lhe importunar?! Queria agora sua opinião sobre a localização desse hotel em Varsóvia:
    http://www.booking.com/hotel/pl/residencedianawarsaw.en.html

    obrigada!

    • 23 Wanessa 24/05/2011 às 20:56

      Eliane, adoro olhar de novo os mapas dessas cidades, fico me lembrando da minha viagem… Engraçado que, dessa vez, eu estava com uma impressão um pouco errada em relação à localização desse seu hotel. Eu não tinha me dado conta de que o Palácio da Cultura e da Ciência é tão perto da rua Nowy Swiat e tinha feito a nota mental de que hospedagem na região do Palácio não é boa. Enfim, a referência para uma boa localização em Varsóvia é mesmo a Nowy Swiat, que é uma rua cheia de cafés e lojas interessantes, especialmente perto do cruzamento com a rua Foksal, que vem a ser exatamente a região do seu hotel! Vai ser ótimo para você fazer a pé o Caminho Real “ao contrário”, até a Cidade Antiga. E essa rua Nowy Swyat é muito bem servida por ônibus. A localização que não gostei muito é mais à esquerda do Palácio da Cultura (estou tomando como referência o mapinha do Booking), já se aproximando da estação de trens. E só não gostei desse local por ser uma área muito comercial, com grandes avenidas, muito trânsito, enfim, meio sem “alma”. Eu fiquei no Ibis Stare Miasto, que está um pouco distante da sua opção, mas também é uma ótima região para ficar, bem residencial e prática para ir até a Cidade Antiga, de ônibus ou a pé. O precinho que consegui na época contou muito!

  13. 25 EiMãe|Eutô|Vivo 09/07/2011 às 9:20

    muito bacana o blog, dicas consistentes
    e Varsóvia ta anotado…Ja tinha ouvido falar, tenho amigos que ja foi, na verdade passou para ir em outro lugar, mas to vendo que tem 10 motivos pra parar.
    quando der passa la no meu blog tb, da uma moralzinha
    bjo

  14. 26 Eliane 15/07/2011 às 18:10

    Oi, Wanessa!
    Já está quase tudo certo para a minha viagem pelo leste, muito graças às suas dicas…
    Só me restaram algumas dúvidas:
    1. em Cracóvia, reservei um hotel colado na praça da cidade velha. dá para ir andando da estação de trem até lá?
    2. comprei o bilhete de trem de Viena para Praga seguindo o tutorial do Riq. Para embarcar, basta apresentar o e-ticket impresso ou é preciso validá-lo ou trocá-lo por outro bilhete?
    3. ainda sobre o e-ticket, comprei com lugar reservado, seguindo o conselho do Riq. como é que a gente sabe em qual vagão embarcar?
    Acho que é isso. Sei que depois vou me lembrar de mais dúvidas… : )

    Eliane

    • 27 Wanessa 15/07/2011 às 19:43

      Oi, Eliane!

      Sobre o ticket Viena-Praga: não precisa validar nada, é só subir no trem com o ticket que chegou por e-mail. Agora, como saber em qual vagão subir… É uma boa pergunta! Bem na hora que o trem chegou na estação, eu estava tentando me entender com uma máquina dessas de lanches, então, todo mundo subiu na minha frente. Eu fiquei com medo de o trem sair (nem era preciso, a parada dele em Viena dura o suficiente pra todo mundo embarcar tranquilamente) e subi no vagão mais próximo (uma vez dentro dele, acabaria achando meu lugar), mas dei a incrível sorte de ter subido no vagão exato! Enfim, não sei dizer onde a gente identifica nosso lugar ainda do lado de fora do trem.

      Sobre Cracóvia: a praça fica relativamente perto da estação de trem. Se tiver que atravessar a praça pra chegar ao hotel, você pode achar meio longinho pra ir arrastando mala. O meu hotel ficava no meio do caminho entre a praça e a estação, por isso achei perfeito pra ir a pé. Consulte o Google maps pra ver se você considera uma distância “caminhável”.

      Se aparecerem mais dúvidas, pode perguntar!

  15. 28 Eliane 01/08/2011 às 17:57

    Oi, Wanessa!
    Só passei para dizer que embarco semana que vem para o Leste Europeu e que suas dicas foram essenciais para organizar minha viagem. Até o roteiro copiei de você: Cracóvia, Varsóvia, Budapeste, Viena e Praga…
    Obrigada e até a volta!

    Eliane

  16. 30 umolharviajante 18/08/2011 às 19:35

    O Palácio Lazienki pareceu-me lindissimo! sem dúvida que me cativou!

  17. 34 atella@bioqmed ufrj.br 20/08/2011 às 20:08

    Olá,
    Vou dia 27 pra Varsovia a trabalho ficarei 5 dias. Gostaria de aproveitar para conhecer a Cracovia. Mas terei de ir e voltar no mesmo dia. O que faço ? Dá pra ir de trem??
    Georgia Atella

    • 35 Wanessa 20/08/2011 às 20:37

      Oi, Georgia! A viagem de trem entre Varsóvia e Cracóvia leva mais ou menos 3 horas. Então, ir e voltar no mesmo dia até é possível, mas eu acho muuuito corrido. Se você puder dormir lá uma noite, vale muito mais a pena. Sem falar que você teria de optar entre visitar Auschwitz ou a cidade de Cracóvia propriamente dita. A não ser que faça tudo com uma agência, que já tem todos os transportes organizados, evitando que você perca tempo com isso. Joguei no Google e encontrei esse: http://www.getyourguide.com/en/tours/poland-warsaw/auschwitz-and-krakow-guided-tour-from-warsaw/?id=3577 Para pesquisar os horários de trem, veja no site das ferrovias alemãs (www.bahn.de). Não dá pra comprar nesse site, mas pelo menos você se programa.

  18. 36 Nivia 18/09/2011 às 12:42

    Wanessa, segui sua dica na minha viagem ao Peru e adorei! Postei a sua referência no meu blog no post sobre Valle Sagrado- viagensinvisiveis.blogspot.com
    Obrigada por seu excelente trabalho!

  19. 38 Eliane 19/09/2011 às 15:45

    Oi, Wanessa!

    Cheguei na semana passada da minha viagem ao Leste Europeu e só tenho que lhe agradecer pelas dicas que colhi aqui! Foi 1 mês viajando pela Polônia, Hungria, Áustria e Rep. Tcheca, tudo planejado por mim, com suas dicas, e tudo deu irretocavelmente certo!
    Também tenho um blog de viagens (meu e do meu marido) e aos poucos escreveremos sobre essa viagem: http://www.ultimaparada.wordpress.com. Passa lá!

    Obrigada,

    Eliane

  20. 40 Verônica 25/10/2011 às 13:43

    Olá, Wanessa tudo bem?

    Gostei muito do conteúdo do seu blog, gostaria de enviar uma proposta de artigo, caso tenha interesse por favor entre em contato pelo meu email.

    Abraços,
    Verônica

  21. 41 Claudia alves neves 21/11/2011 às 21:53

    Lindas imagens quem sabe um dia ainda conheço este lindo lugar Varsovia

  22. 42 Camila Navarro 05/12/2011 às 19:51

    Wanessa, como você está muito sumida do blog, resolvi dar um empurrãozinho para ver se você aparece! Tá rolando uma blogagem coletiva e eu te indiquei para participar. Dá uma passadinha lá no Viaggiando pra ver se você topa! ;-)

    Beijos!

  23. 44 Pedro Silva 04/02/2012 às 9:37

    Gostei muito do seu blog, nomeadamente o post referente a Varsóvia. Estou quase a decidir-me por este destino para o próximo mês de Abril mas, uma vez que vou sozinho, ainda estou na dúvida. Fiquei encantado com tudo o que escreveu aqui e por isso sinto-me agora, mais motivado para conhecer esta cidade. O único senão é o pouco tempo que vou ter e, como gostaria de visitar Cracóvia e Auschwitz, acho que vai saber a muito pouco! Seria muito apertado fazer a visita a todos estes locais por isso, o ideal, será visitar apenas Varsóvia.
    Obrigado pelos seus testemunhos e que continue.

  24. 46 francisca karla martins 13/02/2012 às 12:36

    E ótimo suas dicas e comentários.GOSTARIA DE TIRAR UMA DUVIDA wanessa, estou pretendendo viajar sozinha em julho para varsovia,você pode me dar dicas de hoteis mais em contas ou ate mesmo albergues? falo ingles básico,e tipo como faço pra chagar ate varsovia? empresa aerea,moro em manaus.beijos espero resposta,há e qual moeda financeira eles usam em varsóvia.

  25. 48 Manoela 03/06/2012 às 12:44

    Oi Wanessa!!! Que achado seu blog agora que estou prestes a embarcar para a Polônia! Nem li tudo mas já estou escrevendo aqui para agradecer e fazer uma perguntinha: Se vc tivesse que escolher entre Cracócia e Varsóvia, qual das duas visitaria? Eu to bemmmm inclinada para Cracóvia, mas queria uma segunda opinião.
    Bjos, manu

    • 49 Wanessa 03/06/2012 às 16:00

      Manoela, as duas cidades são encantadoras, mas diferentes entre si. Varsóvia é a capital, uma cidade maior, mais “urbana”, embora tenha um centro histórico bem bonito (todo reconstruído depois da Segunda Guerra Mundial). Cracovia é. Uma cidade mais compacta, com um centro histórico medieval lindo (e que não foi destruído durante a guerra). Se você gostar de história, pode visitar Auschwitz, o antigo campo de concentração, que hoje é um museu. Por causa disso, eu iria a Cracovia se precisasse escolher apenas uma.

  26. 51 Manoela 03/06/2012 às 13:40

    Ah!!! Te adicionei nos meus favoritos!!

    Bjs

  27. 52 Gisele 28/06/2012 às 17:08

    Olá, td bem?
    Estarei acompanhando meu marido em uma viagem e, sozinha, partirei de Pozan para Varsóvia. Estou um pouco receosa, pq em Poznan pouquissimos falam ingles, queria saber, por favor, se acontece o mesmo em Varsóvia ou se é tranquilo andar por lá.
    Desde já, obrigada!

    • 53 Wanessa 28/06/2012 às 17:27

      Oi, Gisele!
      Acho que você não tem nada a temer! Nas áreas mais turísticas e em hotéis, restaurantes, museus e atrações em geral, você sempre vai encontrar alguém que fala um pouco de inglês, além de informações nessa língua. Não me lembro de ter sofrido nenhum problema por dificuldades de comunicação em Varsóvia. Aliás, quanto mais viajo, mais percebo que “não falar inglês” não impede de forma alguma a comunicação entre as pessoas… (se fosse mesmo essencial, eu teria de ficar em casa, pois estou longe de ser fluente em inglês :-)). Aproveite Varsóvia!

  28. 55 Vera 19/12/2012 às 16:31

    Oi Wanessa! Vejo que voce é fluente em viagens, sobretudo no Leste Europeu. Devo ir a Varsóvia logo mais, farei meu trajeto de trem , saindo de Munique, via Berlim. Meu grande “nó” é a Estação Central de Berlim. Deverei fazer conexão nela para pegar o trem para Varsóvia. Você poderia me adiantar alguma coisa sobre esta estação. Sei que ela é muito complexa. Desço no subsolo e devo subir para o terceiro andar para pegar o trem para Varsóvia? É isso? Como são os elevadorews? Em que língua? Alguma coisa escrita em Inglês? Sou um viajante solitária! Mas muito feliz!!!Obrigada serei pela ajuda. Até!!!

    • 56 Wanessa 19/12/2012 às 18:13

      Vera, Eu não usei trens para chegar ou sair de Berlim, então não posso te dar informações muito precisas. Acho que, se você já sabe que vai ter de trocar de andar e até quais os andares de seus trens, já está muito bem informada! :-) Eu não teria receio, pois tudo na Alemanha é muito bem sinalizado, inclusive em inglês. Cuide apenas para ter um tempinho razoável entre um trem e outro, para não correr o risco de perder a conexão. Eu sou beeem desorientada, então reservo um tempo extra para me orientar num local desconhecido.

  29. 57 Armando 21/01/2013 às 5:54

    Oi Wanessa!
    Gostei de seu blog estou bolando um roteiro queria algumas dicas para 5 dias tendo como base Visitar Varsovia e Cracovia se me pudesse ajudar em qual das cidades devo ficar mais dias

    • 58 Wanessa 21/01/2013 às 7:05

      Olá, Armando!
      Se você tem 5 dias, isso significa que só tem 1 dia inteiro em cada cidade, certo? Imaginei o seguinte:
      - dia da chegada na cidade A
      - dia inteiro na cidade A
      - dia do deslocamento da cidade A para B
      - dia inteiro na cidade B
      - dia da partida

      Se é isso mesmo, não imagino como fazer outra divisão dos seus dias, para que você possa ter pelo menos um dia inteiro em cada cidade. Minha sugestão é que você faça o seu deslocamento entre as cidades no período da noite, para poder aproveitar esse dia para passear na primeira cidade. Eu fiz essa viagem de trem, saindo de de Cracóvia umas 19:00 horas mais ou menos, e chegando a Varsóvia em torno das 22:00.

      Você consegue visitar os pontos turísticos mais básicos em Varsóvia e em Cracóvia em apenas um dia em cada, mas imagino que você queira ir também ao campo de concentração de Auschwitz, que exige um dia inteiro. Então, minha sugestão de roteiro é a seguinte:

      - dia 1 – chegada em Cracóvia (se der tempo, passear pela praça do mercado)
      - dia 2 – dia inteiro em Cracóvia (visita a Auschwitz)
      - dia 3 – passeios em Cracóvia (Castelo Wawel, bairro judeu etc.) e ida para Varsóvia à noite
      - dia 4 – passeios por Varsóvia (Cidade Antigo, Caminho Real, palácio Lazienki, palácio Wilanov)
      - dia 5 – passeios em Varsóvia (Museu da Insurreição, Palácio da Cultura e da Ciência) e partida
      Se aparecerem outras dúvidas, é só perguntar!

      • 59 Armando 21/01/2013 às 12:05

        valeu wanessa olha eu vou em Agosto e o voo é para Varsovia parto de Lisboa quero visitar Varsovia e Cracovia,tambem visitar o campo de auschwits e minas de sal quantos dias serão necessarios e o que poder ver mais em cerca 6 dias onde comprar bilhete de comboio de Varsovia para Cracovia

        • 60 Wanessa 21/01/2013 às 21:23

          Armando,
          Quando eu viajei, não era possível comprar as passagens de trem Varsóvia – Cracóvia pela internet. Comprei na estação de trem de Cracóvia mesmo, ao chegar à cidade. Agora, o Seat 61 (http://www.seat61.com/Poland.htm#Krakow) me informa que já estão à venda on line, no site oficial http://intercity.pl/en/.

          Se você quer visitar as minas de Sal de Wieliczka, o ideal é incluir mais um dia em Cracóvia, porque esse é um passeio que ocupa um dia inteiro. Você pode ler um pouco sobre o passeio no blog Arquivos de Viagem (http://www.arquivodeviagens.com/wieliczka/).

          Se você quiser manter o roteiro de 5 dias, fica apertado, mas ainda é possível. Minha sugestão de roteiro anterior começava por Cracóvia, mas pode ser invertido.

          Eu acho que não se deve planejar nada de muito importante para fazer no dia da chegada de uma viagem, mas a sua, de Lisboa, não vai ser tão longa e cansativa quanto as minhas, a partir do Brasil! Então, se você chegar cedo a Varsóvia, pode tirar proveito dos dias longos do verão e já usar esse dia para passear pela Cidade Antiga e pelo Caminho Real. No dia seguinte, visita os palácios Lazienki e Wilanov, o Palácio da Cultura e o Museu da Insurreição e, à noite, já segue para Cracóvia.
          No dia 3, em Cracóvia, pode começar pela visita a Auschwitz. No dia seguinte, as minas de Wieliczka. O terceiro dia, você aproveita para passear pelo Castelo Wawel, o bairro judeu, museus de seu interesse e pode viajar à noite. Se você mantiver esse roteiro só de 5 dias, sugiro que faça os passeios fora da cidade primeiro, porque assim não corre o risco de perder o voo de volta se acontecer algum atraso.

          • 61 Armando 22/01/2013 às 6:03

            Muito obrigada pelo seu carinho e atenção. abraço e tudo de bom para voce agora já posso começar planeando tudo

  30. 62 lille 09/03/2013 às 20:09

    Wanessa,
    Eu marquei minha viagem, ficarei 2 dias em Varsóvia.
    Cracóvia ficarei 3 dias para essa cidade eu gostaria de algumas informações, se possivel.
    A visita a Auschwitz e Birkenau, é possível fazer em 1 dia? Para contratar como você fez é fácil?
    MIna de sal vale a pena?
    Você fez Varsóvia Cracóvia de trem?

  31. 64 Paulo 19/04/2013 às 17:10

    Excelente dicas, Wanessa. Obrigado!! O Blog está ótimo e vou começar a frequentá-lo

  32. 66 Washington 20/04/2013 às 18:56

    Wanessa,

    Adorei suas dicas. Minha intenção era primeiramente fazer Berlin, Praga, Varsóvia e Kiev (em um mês), mas vou incluir Cracóvia e Auschwitz, com certeza. Tenho a intenção de conhecer Prypiat, na Ucrânia, também. Eu sou bem mais slow que você, para você ter uma ideia, estou planejando esta viagem com um ano de antecedência!

    Abraços e desde já, muito obrigado!

    Washington

    • 67 Wanessa 20/04/2013 às 20:04

      Oi, Washignton!
      Eu costumo começar a ler sobre os destinos que quero viajar com ano(s) de antecedência também! E gosto de viajar com tempo folgado, dedicando varios dias a cada cidade, como parece ser o seu caso.
      Considerando os lugares que pretende visitar e o tempo disponível, acho que você pode pensar em vários passeios por cidades próximas às suas bases (as cidades que já citou).
      Respondendo às dúvidas do outro comentário: normalmente, a visita a Auschwitz é feita a partir de Cracovia mesmo. De Cracovia, leva em torno de uma hora para chegar ao local dos campos de concentração. Você pode separar um dos seus dias em Cracovia par essa visita. Em polonês, o local conhecido por nós como Auschwitz se chama OŚWIĘCIM.
      O site que uso para pesquisar trens é o das ferrovias alemãs. Ele cobre toda a rede de trens da Europa (ao menos da parte ocidental e central). Não dá para comprar os tickets lá – só os que envolvem a Alemanha -,mas podemos ver os horários e as rotas. Ele mostra no mapa todas as estações intermediárias da sua viagem, o que permite ver se há algum lugar interessante para uma parada. O site é o http://www.bahn.de.
      Provavelmente você já conhece o blog Drieverywhere, mas não custa lembrar que a Adriana tem uns posts interessantíssimos sobre a Ucrânia. Ela visitou até Chernobil. Depois de ler os posts dela, fiquei muito curiosa em relação à Ucrânia!
      Gostei muito do seu roteiro, e se aparecerem outras duvidas, vou ficar feliz se puder ajudar.

  33. 69 Washington 20/04/2013 às 19:20

    Wanessa,

    Há possibilidade de ir de trem de Praga a Auschwitz e depois passar por Cracóvia? Há hotéis em Auschwitz ou cidades próximas?

    Você sabe de um site onde pesquiso preços e horários de trens entre os países da Europa?

    Abraços.

    Washington

  34. 70 Solange Barros 11/06/2013 às 13:27

    Olá, Excelentes as dicas. Parabéns pelo blog
    Moro em Dubai e sou guia de turismo aqui. Meu nome Solange.
    Busquei no google dicas da Polônia e te encontrei.
    Quero aproveitar minha breve passagem por lá.
    Dia 14/6 as 12hs, chego no aeroporto de Warsaw Frédéric Chopin e retorno dia 15/6 as 14:45
    Quero encontrar um brasileiro também guia de turismo no local para poder aproveitar melhor minha passagem relâmpago.
    Não vou a turismo e sim acompanhando meu marido a trabalho.
    Quem sabe um brasileiro residente me descobre aqui?
    Meu e-mail – solangebarros@globo.com

    • 71 Wanessa 12/06/2013 às 7:29

      Ol, Solange! Menos de um dia pouco para ver toda a beleza de Varsvia, mas j vai dar para fazer um timo passeio. Espero que voc encontre companhia. J tentou os fruns do Tripadvisor?

  35. 72 Armando 12/06/2013 às 3:24

    Wanessa seu blogue está muito bom parabens
    Deixo aqui um link de Varsovia para a Solange ver
    http://www.polonia.travel/es/ciudades/varsovia-la-heroica-capital-de-polonia
    Deixo aqui um link de Varsovia para a Solange,um bom dia de turismo para ela

  36. 73 Armando 12/06/2013 às 3:27

    Deixo aqui um link de Varsovia para a Solange ver
    http://www.polonia.travel/es/ciudades/varsovia-la-heroica-capital-de-polonia
    Boa viagem

  37. 76 Nicole Plauto 18/07/2013 às 8:13

    Adorei esse seu post sobre Varsóvia! Estou programando fazer Varsóvia e Cracóvia na próxima semana (marcado de última hora, rs) e estava revirando a blogosfera por ajuda. Você acha muito ruim ficar hospedada no outro lado do rio (na área que se chama Praga)? Obrigada! :)

    • 77 Vera Maria Vieira Ramos 18/07/2013 às 13:25

      Nicole, bairro Praga nao e uma boa.Fique centro historico”Ryneck”-
      veja hotel duval-na verdade um apartamento
      Estive la e adorei
      Escrevo do celular.Estou sem micro- se quiser endereco , escreva

    • 78 Wanessa 18/07/2013 às 20:49

      Nicole,
      Não conheço tão bem Varsóvia para ser categórica como a Vera, mas uma rápida pesquisa na internet me leva a concordar com ela. É que não vejo muitos pontos de interesse nessa parte de Varsóvia (eu nem fui até o outro lado do rio durante a minha viagem) e, no Booking, aparecem pouquíssimos hoteis nesse bairro. Então, mesmo que não seja um lugar perigoso, não deve ter nada de muito relevante para o turista.
      Localize no mapa os lugares que você quer conhecer em Varsóvia e vai ver que o ideal é se hospedar perto deles. Provavelmente, você vai querer ficar no centro histórico, como a Vera indicou. :-)
      O meu hotel – Ibis Stare Miasto – era um pouquinho fora do centro, mas muito fácil de caminhar até lá. Na minha opinião, a melhor localização é perto da avenida Novy Swiat.

  38. 81 Andréa 02/09/2013 às 1:45

    Olá Wanessa. Adorei seu blogue, ótimas dicas;)
    Como viajarei sozinha, fico preocupada com segurança. Já tive problemas em Praga há alguns anos…portanto, é seguro chegar na estação central e caminhar um pouco por Krakow à noite?! Partirei de Berlim e chegarei por volta das 21hs.
    Grata, Andréa

    • 82 Armando 02/09/2013 às 3:23

      Olá Andreia poderá apanhar um Taxi a essa hora que não é caro custará cerca de 24 zolts cerca de 5 euros e asssim ele te leva ao hotel sem problemas escolhe um que tenha escrito taxi por cima são os mais fiaveis .boa viagem.

    • 83 Wanessa 02/09/2013 às 7:27

      Oi, Andréa!
      Eu não sairia da estação de trem caminhando a essa hora, não… O problema não é Cracóvia, que é uma cidade segura, mas a situação em si, de chegar à noite, em uma cidade desconhecida, e sendo as estações de trem em geral um local que atrai pequenos golpistas. Tomaria um táxi, mesmo que o hotel fosse próximo. Já para fazer um passeio à pé à noite (cedo, não de madrugada! :-) ) no centro histórico, não vejo nenhum problema.

  39. 84 Andréa 05/09/2013 às 23:41

    Wanessa obrigada pelas dicas!! Pegarei um taxi!!;) Sairei de Berlim DB Bus, não há Trem!!!;( 8hs de estrada…como a empresa é alemã fico menos preocupada.rss. Li alguns relatos bem ruins qto ao conforto nas empresas polacas. Me restou uma dúvida, dá para ir da estação de onibus à de trem e/ ou galeria à pé?? Pois entrei no site da “rodoviária” e no sábado à noite a casa de cambio estará fechada, e tbém não há como retirar $ através de caixas eletrônicos VTM ;(( precisarei sacar $ para pagar pelo menos o taxi!! Rss. Há acesso direto entre as duas?? Novamente, obrigada;)

  40. 85 Andréa 05/09/2013 às 23:45

    Não consegui visualizar através do Google e Bing;( não ficou claro se a ligação entre ambas é pelo túnel, calçada ou acesso direto/ subterrâneo pela própria rodoviária…

    • 86 Wanessa 06/09/2013 às 8:51

      Oi, Andrea!

      Nao posso te ajudar com uma experiência pratica, pois não estive na rodoviária, mas veja um link em que eles ensinam como ir de lá até o centro histórico, passando pela estação de trens (há túneis mesmo, como você falou): http://www.inyourpocket.com/poland/krakow/arrival-transport/by-bus/Krakow-Bus-Station_16992v

      Para resolver a questão do dinheiro, você pode entrar no shopping que fica ao lado da estação de trem, a Galeria Krakowska. Eu entrei nela sem querer, vindo da estação de trem, mas, se ainda estiver aberta na hora da sua chegada, você vai conseguir sacar dinheiro e talvez até fazer câmbio lá.

  41. 87 Ivy 21/01/2014 às 20:27

    Chegar até o final porque gostei muito das dicas e fotografias…rs Conheço grande parte do leste europeu mas ainda não estive em Varsóvia. Irei desta vez e queria se vc pudesse me dar uma dica de Hostel ou mesmo Hotel na cidade antiga.
    Deixo meu blog para vc dar uma olhadinha
    http://www.viajaraqui.blogspot.com/

    • 88 Armando 22/01/2014 às 6:00

      Eu em Varsóvia estive no Mercurie Wart. Centrum 4 estrelas é bom em relação qualidade preço fico localizado ao Monumento e Miradouro principal da cidade do aeroporto apanhas o autocarro para o hotel e até poderás ir de táxi, visto os táxis não serem caros.

    • 90 Wanessa 29/01/2014 às 22:17

      Oi, Ivy!

      Espero que a dica ainda seja útil depois de tantos dias.
      Em Varsóvia, eu fiquei num Ibis um pouco fora da cidade antiga, mas dava para ir caminhando até lá e foi bem conveniente, pois acabou me fazendo conhecer uma parte mais residencial da cidade (o hotel está descrito no post).

      A região onde eu me hospedaria se fosse voltar a Varsóvia seria nas proximidades da rua Nowy Swiat, pois achei um lugar próximo dos pontos turísticos principais e com vários cafés e restaurantes para aproveitar a noite. Acho que você pode concentrar as buscas por um Hostel nossa área.

      • 91 Vera Ramos 30/01/2014 às 8:11

        Wanessa, melhor lugar impossível onde eu estive em Varsóvia. A 50 metros da praça da Old Town. Chama-se Hotel Duval. Na realidade , não é bem um hotel, é uma senhora, de nome .. Agnieska, muito legal por sinal, altamente prestativa, que possui uns 4 apartamentos para alugar- com tudo que você pode imaginar e precisar. Escreva para ela. O endereço é duval@duval.net.pl Você pode visualizar, também, pelo http://www.booking.com ou pelo site do hotel. Diga para ela que foi eu,Vera, brasileira, que a indiquei. O lugal é genial! Vai por mim….

        • 92 Vera Ramos 30/01/2014 às 9:28

          Wanessa, escreva em Inglês!!!

          • 93 Silas 14/04/2014 às 2:04

            Vera, vou a Varsóvia em Junho. Quanto em média te saiu as custas diárias?
            Grato!!!

            • 94 Vera Ramos 15/04/2014 às 14:48

              Silas, não me lembro precisamente, mas sou uma pessoa que não me sento em restaurante( vou ao supermercado e como no meu quarto de hotel confortavelmente) e que anda muito a pé. Logo gasto pouco. Com exceção do hotel, acho que você não gastará mais do que 30 euros.diários.. Considere que vou a museus e me transporto de ônibus e metrô , quando necessário

  42. 95 antenor ferreira 23/04/2014 às 21:35

    muito linda essa polonia ;)

  43. 96 Andrea 24/06/2014 às 14:17

    Oi Wanessa,

    Adooooorei seu blog! Está ajudando muito a tirar minhas dúvidas. Vou fazer uma viagem ao leste europeu em maio de 2015 e por isso já estou me organizando pra que dê tudo certo, por isso já estou fazendo várias pesquisas. Gostaria da sua opinião a respeito do meu roteiro, nós temos mais ou menos uns 28 dias de férias contando o dia de ida e de volta. Somos do Rio de Janeiro e pensamos em fazer Varsóvia, Cracóvia (inclusive Minas de Sal e , Auschwitz), Praga, Budapeste e Croácia. Ainda não sei qual cidade de Croácia iremos visitar pois ainda estamos pesquisando melhor.
    1- Você acha que estou visitando muitas cidades para esse tempo que temos disponível?
    2-Quantos dias você aconselharia nós ficarmos em cada cidade?
    3- Esta ordem das cidades que eu apresentei acima seria a mais conveniente ou você faria diferente?
    4- Você poderia me dizer alguma coisa sobre a Croácia? Alguma cidade que você pudesse me indicar?
    Desculpas tantas perguntas mas acho que você é a pessoa ideal para tirar minhas dúvidas,
    Muito obrigada,
    Bjos,
    Andrea

    • 97 Wanessa 30/06/2014 às 22:30

      Oi, Andrea!

      1/2) Com o tempo que você tem, dá para fazer uma bela viagem, encaixando várias cidades sem ficar corrido. Eu ficaria pelo menos 5 dias em Praga, 3 ou 4 em Budapeste, 3 em Cracóvia e 3 em Varsóvia.

      4) Não posso falar da Croácia, porque nunca estive lá, mas, sendo um país à beira do Mediterrâneo, acho ideal para uma viagem de verão, por isso, deixaria para o final do roteiro (no fim de maio, os dias já devem ser mais quentinhos!). Encaixaria pelo menos Dubrovnik e os lagos de Plitvice.

      3) Já adiantei que acho que a Croácia deve ficar no fim da viagem, e a posição dos países no mapa também indica essa organização: começando pela Polônia e depois descendo por Praga, Budapeste e Croácia. Entre Cracóvia e Varsóvia, viaje de trem, seja qual for o sentido da viagem (dá umas 3 horas). Mas no resto, acho as distâncias meio grandes para viajar de trem: de Cracóvia para Praga, você gastaria entre 8 e 9 horas; de Praga para Budapeste, em torno de 6 horas. E de Budapeste para Zagreb (que pode ser seu primeiro destino na Croácia), em torno de 6 horas. Considerando essas distâncias, você pode tentar conseguir passagens de avião e reorganizar as cidades de acordo com os vôos disponíveis.

      Se surgirem outras dúvidas na montagem do roteiro, vou adorar dar uns pitacos!

    • 98 Manoela Isidro 01/07/2014 às 10:13

      Andrea, aqui vc pode pegar varias ideias da Croácia, uma viagem maravilhosa!!!! :o)
      http://manudooutroladodomundo.com.br/tag/croacia/

    • 99 Manoela Isidro 01/07/2014 às 10:14

      Andrea, aqui vc pode pegar varias ideias da Croácia, qq coisa avise!
      http://manudooutroladodomundo.com.br/tag/croacia/


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 117 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: