Peru: planejando a viagem

Peru 1085 

Não, não foi a promoção da TAM, com passagens a U$ 99,00 de São Paulo a Lima, que me levou a viajar para o Peru. Muito antes disso, uma amiga me falou de seu interesse em ir a Machu Picchu, e comecei a pesquisar informações para a viagem dela. Aí, descobri que o Peru não é só Machu Picchu e não demorou muito para eu resolver ir junto. Uma outra amiga juntou-se a nós depois.

A viagem foi toda decidida e comprada pela internet. Como duas de nós moramos na Paraíba, e a outra, no Rio Grande do Sul, trocamos muitos e-mails para poder formatar nosso roteiro e fazer as reservas. Escolhemos um roteiro mais “relaxado” do que o normalmente oferecido pelas agências de viagem. Ao invés de 5 ou 6 noites, optamos por 8 noites distribuídas entre Lima, Cuzco e Aguas Calientes (base para Machu Picchu). Nosso objetivo sempre foi fugir da multidão e, com mais tempo, poderíamos visitar com calma cada um dos destinos. Fechamos o seguinte roteiro:

Dia 01 – João Pessoa/POA – Lima

Dia 02 – Lima

Dia 03 – Lima – Cuzco

Dia 04 – Cuzco

Dia 05 – Cuzco

Dia 06 – Cuzco – Ollanta – Aguas Calientes

Dia 07 – Aguas Calientes (Machu Picchu) – Ollanta – Cuzco

Dia 08 – Cuzco – Lima

Dia 09 – Lima – João Pessoa/POA

As passagens foram compradas com a TACA  por um preço que se tornou exorbitante depois da promoção da TAM, mas que, de acordo com o monitoramento que eu vinha fazendo até então, eram uma boa oferta. Compramos no Decolar. Quando saiu a tal promoção, a diferença era tão grande que pensamos em pedir o reembolso à Decolar e fazer a compra no site da TAM, mas a coisa não era tão simples: a passagem da TACA incluía um trecho interno (de Lima a Cuzco) que queríamos manter, e os horários dos vôos da TAM eram muito inconvenientes para nós, pois seria preciso passar a madrugada no aeroporto ou ir para São Paulo com mais antecedência (mas nenhuma de nós tinha tempo para isso) e ainda pagar diárias de hotel. Então, acabamos ficando com nossa escolha original.

Mas eis que, cinco dias antes da nossa partida, a TACA cancela o vôo que havíamos escolhido com tanto carinho! Correria para trocar as passagens de ida e volta de João Pessoa e Porto Alegre a São Paulo, e estresse, porque íamos passar a madrugada em Guarulhos justo no auge do pânico com a gripe suína (poderia haver lugar pior para fazer hora do que o saguão do principal aeroporto internacional do país??). Como não havia remédio (nem vacina), tivemos de aceitar o imprevisto…

Em março, bem antes de embarcar, também adiantamos a compra do trem para Machu Picchu, feita no site da Peru Rail. Durante o nosso planejamento, ficamos com medo de não conseguir o bilhete de trem, já que a opção para ir desde Cuzco estava praticamente esgotada desde fevereiro. Só depois da viagem consegui entender como a coisa funciona. É assim: desde que a Peru Rail passou a vender os bilhetes pelo site , as agências de viagem de Cuzco começaram a comprar muitos tickets com bastante antecedência para montar seus pacotes (antes, era possível reservar on line, mas a compra mesmo só era feita na estação de trem). Logo, sobram poucos lugares para os turistas independentes nos trens que partem de Cuzco.

Mas, nos trens que saem de Ollantaytambo, que está a uma hora e meia de carro desde Cuzco e para onde também se pode ir de ônibus, existe uma oferta bem maior de bilhetes, pelos quais as agências não têm muito interesse, porque preferem montar seus pacotes saindo de Cuzco. Então, adquirir as passagens desde Ollanta é mais tranqüilo.

Na ida, o trem em que viajamos era pequeno (apenas um vagão com cerca de 50 lugares) e mesmo assim não estava lotado. Na volta, o trem estava mais concorrido, mas ainda havia vagas. Então, acho difícil que alguém fique sem ir a Machu Picchu por falta de lugar no trem, até porque pode comprar um pacote com as agências. Na alta temporada (de junho a agosto), é que a coisa pode se complicar um pouco.

Os hotéis foram selecionados considerando principalmente as resenhas do TripAdvisor. Não usamos consolidadores para fazer as reservas, mas apenas para localizar ofertas melhores do que as oferecidas nos sites dos próprios hotéis e obtê-las diretamente. Deu certo! Os escolhidos foram:

em Lima: San Agustin Colonial (diária do quarto triplo: 91,80 dóares)

em Cuzco: Del Prado Inn (diária do quarto triplo: 100,00 dólares)

em Aguas Calientes: Wiracocha Inn (diária do quarto triplo: 70,00 dólares)

Segue um resumo aproximado dos nossos gastos “fixos”, em dólar:

Passagens aéreas GRU-LIM-CUZ-LIM-GRU: 656,00

Passagens trem Ollanta-AC-Ollanta: 113,00 (Vistadome ida e volta)

Ônibus para MP: 14,00 (ida e volta)

Hotel em Lima: 275,40 (91,80 por pessoa)

Hotel em Cuzco: 400,00 (133,33 por pessoa)

Hotel em Aguas Calientes: 70,00 (23,33 por pessoa)

Ticket de entrada em MP: 43,33 (o pagamento tem de ser feito em soles)

Boleto turístico Cuzco: 40,66 (o pagamento tem de ser feito em soles)

Pesquisamos bastante sobre a melhor forma de levar dinheiro para o Peru. Decidimos não levar muito dinheiro em espécie, já que nossos gerentes do Banco do Brasil (um de João Pessoa e um de Porto Alegre) disseram que daria para sacar diretamente de nossas contas, apenas pagando uma taxa de 2,5% do saque + 2,5 dólares por saque. Além disso, pretendíamos usar o cartão de crédito, porque achamos que a cotação do dólar já estava suficientemente estabilizada para isso.

Só que, chegando em solo peruano, veio a surpresa… Quando fomos fazer o primeiro saque, descobrimos que só poderíamos sacar 100,00 soles por vez, o equivalente a uns R$75,00. Até poderíamos fazer mais de um saque no mesmo dia, mas ficando sujeitas à cobrança de 2,5 dólares a cada saque… Logo depois dessa descoberta, liguei para a VISA no Brasil e me disseram também que havia uma limitação no valor total de saques, de R$ 1.200,00 (cartão Gold) e R$ 2.000,00 (Platinum). Essas relevantíssimas informações, nenhum dos gerentes nos passou! Enfim, mesmo assombradas pela miséria iminente, conseguimos nos virar com o cartão de crédito e uns poucos saques. Mas que o banco podia ter nos informado melhor, ah, podia! 

Update: sobre o clima em Machu Picchu - No começo desse ano (2010), todo mundo viu as notícias sobre as chuvas em Aguas Calientes, que fecharam as trilhas para Machu Picchu e deixaram um monte de turistas presos na região por vários dias. Então, a recomendação é evitar ir àquela região nos meses mais chuvosos, de dezembro a março. O volume de chuvas cai drasticamente de abril em diante. Para mais detalhes, ver a média de precipitações por mês em Cuzco no Wunderground.

About these ads

77 Responses to “Peru: planejando a viagem”


  1. 1 Fabio NG 22/05/2009 às 0:00

    Pode ser o primeiro a comentar? ;-)

    Congrats! Delícia de viagem…

  2. 2 Wanessa 22/05/2009 às 21:21

    Valeu, Fábio: primeiro comentário recebido, a gente nunca esquece!

  3. 3 Ricardo Freire 24/05/2009 às 12:39

    Muito bacana, Wanessa!

    Estou fazendo um post do Peru by Lu, e vou incluir você também!

  4. 5 Camila 24/05/2009 às 18:45

    Demorei, mas cheguei aqui! Que delícia essa fase de planejamento, né? Eu tô aqui me segurando pra não pensar em viagem nenhuma, porque não posso me comprometer com nada nesse ano, mas quando surge alguma promoção fica difícil de controlar!

    Beijos! Vou ler o resto agora!

    • 6 Wanessa 25/05/2009 às 0:18

      Oi, Camila!

      Menina, confesso que nem devia, mas já tô pensando na próxima… É muito bom planejar uma viagem. Pensa nas suas também que, se não der pra sair do papel agora, sai mais adiante!

      Espero que goste do blog.

      Bjs.

  5. 7 CarlaZ 24/05/2009 às 22:48

    Oba!!!
    Mais um blog pra acompanhar…e mais uma viagem pra querer fazer…
    Como a Camila também adoro esses planejamentos…e também vou ler tudo mais…
    Beijo

    • 8 Wanessa 25/05/2009 às 0:28

      Carla! Eu mesma me surpreendi com essa viagem. Não esperava gostar tanto!

      Obrigada pela visita e volte sempre.

  6. 9 Carla 25/05/2009 às 17:18

    Wanessa, seu planejamento foi ótimo, detalhadíssimo – bem do jeitinho que eu gosto de fazer… ;-) Agora estou como a Camila, sem poder planejar viagem nenhuma pelo menos até o fim de agosto; então, nada como viajar um pouquinho no tempo a uma viagem já feita, né?

    • 10 Wanessa 25/05/2009 às 22:06

      Mas, Carla, a defesa da tese vai ser motivo pra uma biiiig viagem de comemoração, né?

      O Idas e Vindas é sempre uma inspiração quando se trata de viagem pela América do Sul: meu ponto de partida. E vc é sempre tão prestativa, ajuda demais. Obrigada!

      • 11 Carla 31/05/2009 às 18:34

        Ah, vai, sim! Na verdade, eu tenho várias idéias pra comemorar essa defesa – talvez com umas 5 ou 6 viagens eu me dê por satisfeita na comemoração… :D

  7. 12 Ana Cristiane 31/05/2009 às 15:44

    Olá! Sou de João Pessoa e estou realizando esse mesmo mochilão que vocês agora em junho. Gostaria de manter contato, para combinarmos outros destinos futuros.

    • 13 Wanessa 31/05/2009 às 18:23

      Oi, Ana! Obrigada pela visita. Se quiser trocar idéias sobre a sua viagem, comente por aqui, ok?

      Infelizmente, estou sem planos de novas viagens para esse ano…

  8. 14 Nicolle Faria 06/06/2009 às 9:45

    Camila,

    Sua viagem deve ter sido muito legal e estou planejando a minha baseando-me na sua. Quanto, em reais, seria uma quantia razoável para uma viagem como a sua?

    Ps: Excluindo as passagens aéreas.

    Abraços,

    • 15 Wanessa 06/06/2009 às 22:15

      Oi, Nicolle! Acho que a sua pergunta foi pra mim, né?

      Bom, o orçamento básico da viagem já está aí no texto. Posso te dizer que esses preços são de uma viagem “classe média”. Não foi exatamente um mochilão, mas também passou longe de ser uma viagem de luxo, embora tenha tido alguns momentos de um e de outra. Na época em que planejamos a viagem, comparamos os preços que conseguimos com alguns pacotes de agências de viagem, e o nosso estava bem econômico, principalmente porque ficamos 8 noites, e os pacotes em geral só oferecem 5 ou 6 noites.

      A comida pode ser bem barata no Peru. Em Lima, você pode ir aos chifas, que servem boa comida a bons preços. Em Cuzco, saindo um pouco da Plaza de Armas, é possível encontrar restaurantes mais baratos. Nesse post, você tem uma noção dos diversos tipos de restaurante que eu visitei em Lima http://cadernosdeviagem.wordpress.com/2009/05/25/a-mesa-em-lima/

      Fica até difícil estimar de quanto você precisaria para se alimentar por dia no Peru, porque depende muito do tipo de restaurante em que você quer ir, mas acredito que, com uns 10 a 15 dólares, vc não passa dificuldades.

      Os preços dos passeios (excursões) em Cuzco vc encontra nesse post: http://cadernosdeviagem.wordpress.com/2009/05/31/planejando-os-passeios-em-cuzco/ Ainda não terminei de escrever sobre esse assunto, mas eu fiz uma parte de táxi e foi mais caro, claro, mas valeu a pena.

      Se você tiver alguma dúvida específica, pode perguntar que vou te respondendo!

  9. 16 Jorge Florianópolis 27/09/2009 às 3:18

    Wanessa, não consegui achar cotações of e paral do Novo Sol por Dólar.
    Outra curiosidade é sobre souvenirs, diversão, culinária local e… cuidados especiais.
    O policiamento é eficiente?
    Abraço.

  10. 18 Andressa Nogoseki 15/01/2010 às 21:57

    Gente esse posto foi dmais!!!
    Mas ainda estou um pouco insegura com relação ao que levar, dollar ou novo sol? Só não estou mais preocupada pois o hotel e as refeições já estão garantidas!!!

    Gente me ajudem, embarco para para o Peru em Março, meu roteiro vai ser bem parecido do de vcs!!!

    Bjão!!!

    • 19 Wanessa 18/01/2010 às 21:36

      Oi, Andressa!
      Eu não gosto de ter muito dinheiro em espécie comigo ao viajar, fico insegura. Mas as limitações de valor diário dos saques no Peru dificultam as coisas para quem quer viajar sem dinheiro vivo.
      Se fosse viajar de novo, eu tentaria me acostumar com a idéia de andar com mais dinheiro (usando sempre o cofre do hotel, claro), e levaria dólares, porque acho difícil encontrar a moeda peruana para comprar no Brasil. Pode ser que alguma casa de câmbio em São Paulo tenha, mas não sei se a cotação é boa.
      Nunca é demais lembrar que as cédulas de dólar devem estar bem novinhas, intactas, porque, principalmente no interior do Peru, cédulas com as bordas rasgadas podem ser rejeitadas…

  11. 20 Andressa Nogoseki 02/04/2010 às 18:45

    Wanessa muito obrigada, minha viagem foi prorrogada agora para abril, vou seguir suas sugestões!!!

    Bjuss

    • 21 Wanessa 06/04/2010 às 21:21

      Oi, Andressa!
      Depois venha contar como está o Peru depois das chuvas de janeiro passado. Ando curiosa pra saber se tudo já está ok para os turistas.

  12. 22 Mayra 19/05/2010 às 14:14

    Olá, Wanessa, td bem? Estou indo pro Peru em Junho, e ainda não estou compreendendo completamente o funcionamento dos acessos a Machu Picchu. Não pretendo fazer a trilha Inca (até porque agora já é impossível, pois há limite de pessoas na trilha), estou pesquisando muito na internet, mas tb não tenho conseguido acessar o site da Peru Trail que vc indicou. Então, só pra eu confirmar e ver se entendi a sua explicação no post: posso tomar um ônibus de Cuzco para Ollantaytambo, e de lá tomo o trem para Águas Calientes, certo? De Águas Calientes acesso Machu Picchu, seja de onibus, seja a pé, é isso mesmo?

    Mais outra coisa: o ônibus de Cuzco para Ollanta é fácil de conseguir? Eu devo ir à rodoviária e comprar na hora, ou fica lotado, precisa comprar com antecedência, etc? E é barato?

    Depois, de Ollanta pra Águas Calientes, eu posso comprar o bilhete de trem na hora em que chegar a Ollanta, ou isso é muito arriscado?

    Vocês, pelo que entendi, fizeram isso mesmo, de ir de Cuzco a Ollanta de bus e de lá até Águas Calientes de trem, certo? O trajeto todo demora quanto tempo?

    Obrigada antecipadamente e parabéns pelo blog! Ajuda demais pessoas ansiosas por planejar a viagem como eu!!

    • 23 Wanessa 19/05/2010 às 16:39

      Oi, Mayra!Olha, depois das chuvas que aconteceram na região de Machu Picchu no comecinho desse ano, destruindo acessos por lá, o deslocamento até o parque ficou meio complicado. A Lu Malheiros, que também tem um blog ótimo sobre esse passeio, deixou um comentário com o seguinte link para informações atualizadas: http://www.perurail.com/web/tper/tper_temp_services.html. Dá uma passadinha lá no dividindoabagagem.blogspot.com, que ela está mais informada do que eu sobre a situação do Peru hoje.Mas esclarecendo as suas perguntas, eu não fui de ônibus de Cuzco para Ollanta: fomos de táxi, sendo que a ida foi incluída em um passeio que fizemos com o taxista/guia. A volta, contratamos o taxista na estação de trem, quando chegamos mesmo. Por isso, não sei dar i nformações sobre os ônibus…Ah! O bilhete de trem, compramos com bastante antecedência pela internet mesmo. Como você vai na alta temporada, o mais indicado é resolver tudo antes, para evitar aborrecimentos por lá.Obrigada pela visita e, se eu puder ajudar em mais alguma coisa, avise!

      Em 19/05/2010 14:14, comment-reply@wordpress.com <

  13. 24 Mayra 19/05/2010 às 14:42

    Oi, Wanessa, sou eu de novo! Acabei de conseguir pegar as informações no site da Peru Rail, mas me ficou uma dúvida boba: a Machu Picchu Station de que eles falam é a estação de Águas Calientes? Obrigada mais uma vez!
    Abraços
    Mayra

    • 25 Wanessa 19/05/2010 às 16:41

      É isso mesmo, Mayra!E, complementando a resposta anterior: de Aguas Calientes, dava para ir a pé para Machu Picchu. Digo “dava” porque não tenho informações sobre o estado da estrada depois da última temporada de chuvas. Mas acho que é uma caminhada beeem pesada, viu!

      Em 19/05/2010 14:42, comment-reply@wordpress.com <

  14. 26 Mayra 24/05/2010 às 11:59

    Obrigada, Wanessa! E de novo, parabéns pelo site! Pelo que andei pesquisando, acho que é melhor ir a Machu Picchu de ônibus, e descer a pé…pois na descida, é tudo mais fácil, né?!
    Abraços!

  15. 27 Carlos Mazzotta 14/07/2010 às 0:05

    Ola Wanessa, adorei seu blog! Estou indo pra Lima-Cuzco que gostaria de ter fazer umas simples perguntinhas. Se possivel, me mande um email que ai eu te pergunto. É rapidinho, mais sobre que roteiro escolher, etc…
    Obrigado!
    Abs

    • 28 Wanessa 14/07/2010 às 7:15

      Carlos, se você não se importar, deixe suas perguntas aqui mesmo! É que a resposta que eu deixar pra você pode ajudar outras pessoas que tiverem a mesma dúvida, ok?

  16. 29 Fábio G. 07/03/2011 às 13:50

    Oi Wanessa.
    Estou indo para Lima (apenas) na próxima semana.
    A idéia inicial é realizar saques com cartão de crédito. A taxa que o meu banco cobra é 4% sobre o valor do saque.
    Vou ficar de quarta a sábado por aquelas bandas.
    Como é a aceitação dos cartões em lojas e estabelecimentos por lá?
    Obrigado

    • 30 Wanessa 07/03/2011 às 19:09

      Olá, Fábio! Em Lima, não tive problemas para usar o cartão de crédito, aceito em todas as lojas e restaurantes. O único lugar que parecia não estar preparado para cartões era um centro de lojas de artesanato, mas eu nem tenho certeza disso,talvez até estivesse. Você deve ter lido no post sobre a minha dificuldade de fazer saques direto da conta, né? Também achei a taxa do seu banco bem carinha… O Banco do Brasil cobra 2,50 dólares + 2,5% sobre cada saque, e eu já acho caro, mas, pela segurança, ainda vale a pena. Boa viagem!

      • 31 Fábio G. 07/03/2011 às 23:40

        Oi Wanessa.
        Então, o meu cartão não é multiplo, então não poderei utilizar para fazer saques direto na conta corrente.
        Trabalho com 3 cartões. O Santander cobra 3% + R$8,00, o Votorantim 3%, mas com mínimo de 5 USD e o Itau com os seus 4% e “só”.
        Como não pretendo realizar lá muitos saques, ficarei apenas de quarta a sábado, estava pensando em fazer dois de 100 soles e ponto e depois usar o cartão de crédito,o Itaucard ficaria mais barato.
        Obrigado pelas dicas.
        Depois volto aqui pra contar sobre no que deu.

        • 32 Wanessa 08/03/2011 às 8:54

          Fábio, sua escolha só é arriscada porque pode acontecer algum problema com os cartões, (mas acontecer com 3 já é muito difícil! Rsrsrs). No seu lugar, eu levaria alguns reais para uma emergência. Conseguimos cambiar reais por soles no aeroporto e no shopping Larcomar. Não deve ser a cotação mais vantajosa, mas foi bem útil!

          • 33 Fábio G. 08/03/2011 às 11:55

            Oi Wanessa.
            Então serão quatro na verdade, também vou levar o Amex, só que este vou evitar de usar pois o câmbio dele é pelo dolar turismo.. então quero distância rs.
            Mas vou levar o dinheiro sim, apenas para evitar qualquer perrengue rs.
            Obrigado

            • 34 Fábio G. 09/03/2011 às 16:42

              Wanessa.
              Pra fechar a úlima pergunta. :-)
              Como é o free shop de Lima?
              Oferece melhores preços que o de Guarulhos?
              Abraços

            • 35 Wanessa 09/03/2011 às 17:13

              Fábio, agora você me pegou, não me lembro muito bem do free shop… Vi que, no post que escrevi na época da viagem, quando a memória ainda estava fresca (a viagem foi há quase 2 anos!!), achei melhor que o de Guarulhos, mas creio que não cheguei a comparar preços, minha análise foi mais da variedade mesmo.

              O jeito é pegar os preços na saída do Brasil e na chegada em Lima (se bem que, estou em dúvida se lá tem free shop na chegada…).

              Veja se esse link ajuda: http://www.lap.com.pe/lap_portal/tiendas.html

            • 36 Fábio G. 12/03/2011 às 21:31

              Wanessa. Perfeito. Mas pelo que vi os preços são bem similares ao brasileiro.
              Obrigado por todas as dicas.
              Quando voltar conto como foi :-)
              Abraços

            • 37 Wanessa 14/03/2011 às 7:29

              Boa viagem, Fábio!

          • 38 Fábio G. 02/04/2011 às 18:44

            Oi Wanessa!

            Voltei!
            :-)

            Obrigado pelas dicas hein!

            Foram ótimas e super aplicaveis.

            Deu tudo certinho. Do dinheiro ao freeshop..

            Adorei Lima! Mais do que esperava, quero voltar.

            Obrigado

            Abraços

            • 39 Wanessa 04/04/2011 às 5:25

              Que bom que deu tudo certo, Fábio! Eu também adorei Lima e, com as constantes promoções, não é difícil voltar, né?

  17. 40 proximosdestinos 02/04/2011 às 11:35

    Olá! Adorei seu blog!! Estou planejando minha viagem ao Peru e suas dicas estão ajudando um monte! Obrigada! Thaís Zundt http://www.proximosdestinos.wordpress.com

  18. 42 Gabriel 02/11/2011 às 21:50

    Dicas muito interessantes, mas mandaram muito bem na indicação do site http://www.wunderground.com/. Está fazendo toda a diferença, fora que eu estou utilizando para outras localidades também. Valeu!

  19. 43 Amanda Dias 17/11/2011 às 12:56

    Olá Wanessa,

    Gostei muito do blog também mas tenho só mais uma dúvida com relação ao dinheiro:

    Quando viajei para o Uruguai levei cartões de débito e reais, porque lá era bem facíl de trocar mas muito difícil de sacar dinheiro, havia casas de câmbio em todas as partes em todas as cidades mesmo! Por uma taxa super normal. Porém com os cartões de débito me dei meio mal pq de fato não Valeu a pena, gostaria de saber o seguinte: Lá tem casas de câmbio que fazem o câmbio direto do real?! Conseguimos comprar coisas com o real lá?! e quanto a sacar o dinheiro mesmo que o limite seja pouco é possível em qualquer lugar? Porque no uruguai era mesmo muito complicado sacar dinheiro! Rrsrsrsrs

    Bom são essas as minhas dúvidas agradeço a atenção.

    Bjo

    • 44 Wanessa 17/11/2011 às 17:35

      Oi, Amanda!No Peru, foi difícil usar o cartão para sacar dinheiro, não porque os caixas eletrônicos fossem poucos ou não aceitassem meu cartão, mas porque o limite de dinheiro cujo saque era permitido a cada dia era muito baixo.Uma das amigas que fez essa viagem comigo levou reais e conseguiu trocar no aeroporto de Lima e no Shopping Larcomar (se não me falha a memória). Não tentamos em outras casas de câmbio e também não comparamos se a cotação era vantajosa em relação a um câmbio de reais para dólares e depois de dólares para soles. Imagino que, quanto mais para o interior do país você vai, mais difícil cambiar reais.Não procuramos usar reais no Peru, mas desconfio que seja difícil achar locais que aceitem (e, se aceitarem, esteja atenta à cotação). Nossa moeda ainda é fraquinha… Tem quem relate que o real anda sendo bem aceito em Buenos Aires, mas acredito que é porque a cidade está permanentemente inundada de brasileiros!

      Em 17/11/2011 13:56, comment-reply@wordpress.com <

  20. 45 rtarroyo 04/01/2012 às 16:14

    Obrigado pelo guia, me esclareceu muitas dúvidas, agora é só colocar a mochila nas costas e pé na estrada!

  21. 47 Wanderlei Vieira 11/05/2012 às 0:25

    Olá,
    parabéns pelos relatos, achei bem informativo, para quem pretende viajar à Lima.

    valeu

  22. 49 Valéria 11/07/2012 às 17:00

    Olá!!

    Viajo ao Peru agora dia 23 de julho e sozinha!!! Fico com um pouco de medo, mas não vou deixar de viajar por falta de companhia, não é mesmo??
    Bjos a todos.

    Valéria

  23. 51 marcelo 11/08/2012 às 23:28

    quer ir viajar comigo de moto?
    to indo ate o equador rsrs tenhu uma cg150…e ai da pra encarar?..qualquer coisa de um alo …setexsete@live.com…até querida

  24. 52 andrea 08/09/2012 às 22:42

    Olá,
    gostaria de saber se o dia em que vc dormiu em águas calientes, vc pagou também a diária do hotel em cuzco? pois vc mostra no seu planejamento que depois de águas calientes, voltou a cuzco e ainda ficou mais uma noite.

    • 53 Wanessa 08/09/2012 às 22:45

      Oi, Andrea! Não pagamos diária nessa noite, mas é claro que tivemos de fazer as malas e tira-las do quarto… O hotel ficou com elas em deposito e na volta, ocupamos outro quarto.

      • 54 andrea 09/09/2012 às 0:06

        Obrigada pela resposta. Então vc fez duas compras separadas de diárias para o mesmo hotel, via internet?

        • 55 Wanessa 09/09/2012 às 0:13

          Isso mesmo. Me parece que os hotéis estão acostumados a lidar com isso, porque muitos turistas optam por passar uma noite em Águas Calientes para visitar Machu Picchu, ao invés de fazer um bate-volta.
          No nosso hotel, nao teve nenhum problema. Hotéis em geral guardam malas em depósito sem custo adicional depois de sua estadia. No nosso caso, foi assim. Se você decidir fazer sua viagem desse jeito, entre em contato com o hotel para confirmar, por segurança.

  25. 56 andrea 09/09/2012 às 0:08

    E esse depósito pra deixar as malas é pago, e confiável nos hotéis de Cuzco?

    • 57 andrea 09/09/2012 às 0:21

      Obrigada novamente, é a primeira viagem que programo sem agência de turismo, mas estou confiante que vai dar tudo certo. Comecei a programar agora para viajar em maio de 2013, quero deixar tudo comprado com antecedência.

      • 58 Wanessa 09/09/2012 às 8:40

        Acho que você vai gostar muito de organizar essa viagem por conta própria, Andrea, e o Peru é um ótimo destino para começar, porque já existe bastante informação na internet para ajudar na organização. Qualquer dúvida, estou por aqui.

        • 59 andrea 09/09/2012 às 11:26

          Wanessa,
          Não sei se vc consegue me dar essa informação, mas vou tentar. Os vôos Cuzco /Lima são pontuais? por que estou pensando em viajar para o Brasil no mesmo dia que voltar de Cuzco. Ou seja, o vôo Cuzco/Lima chegaria as 10 hs,assim já ficaria no aeroporto e embarcaria no vôo para o Brasil que seria as 13 hs. Vc acha arriscado?

          • 60 Wanessa 09/09/2012 às 11:31

            Acho arriscado comprar vôos separados com intervalo tão pequeno entre eles, sim, Andrea. Cuzco pode ter condições meteorológicas difíceis para a decolagem e, se você atrasar um pouco, perde sua volta para o Brasil. Melhor fazer isso com vôos conectados, porque a companhia aérea fica com a obrigação de achar um outro vôo para você o quanto antes. Ou você pode passar esse dia em Lima, conhecendo um pouco da cidade, que vale muito a pena.

            • 61 andrea 09/09/2012 às 11:56

              É também achei o intervalo pequeno. Porém vôos conectados saem mais caros pela pesquisa que ando fazendo. Quando sair do Brasil primeiramente ficarei 2 dias em Lima, antes de ir a Cuzco e MP, e na volta ficarei mais um dia em Lima por precaução. Acho que é a melhor opção. Grata.

            • 62 Wanessa 09/09/2012 às 13:40

              Andrea, como a sua viagem está distante ainda, eu esperaria um pouco mais para emitir as passagens. Daqui pra lá, pode surgir uma promoção interessante.

  26. 63 andrea 02/11/2012 às 19:34

    Olá, como faço para comprar os ingressos para entrar em MP, soube que on-line com cartão de crédito normal não consigo. Grata

  27. 67 Raquel 03/05/2013 às 11:31

    Que beleza esse blog!
    Ainda mais por se tratar de alguém de JPA, o que facilita as informações sobre as partidas.
    Pretendemos ir ao Peru no próximo ano, quando nosso bebê mais novo já terá pouco mais de 1 ano e as dicas são muito úteis!
    Se houver alguma atualização, Wanessa, visto que a postagem é de 2009, deixe-nos a par, please!

    • 68 Wanessa 04/05/2013 às 8:14

      Oi, Raquel!
      As informações estão meio antigas mesmo. O jeito é eu voltar lá pra atualizar tudo!
      Desde a minha viagem para cá, aconteceram algumas mudanças que interessam a quem planeja ir a Cuzco, mas a principal é a necessidade de comprar a entrada para Machu Picchu pela internet, com antecedência.
      Há alguns blogs com informações mais atualizadas. Indico principalmente o Dividindo a Bagagem e o Sundaycooks.
      Se surgirem dúvidas enquanto você monta seu roteiro, deixe por aqui que eu vou tentando ajudar.

  28. 69 Tereza Costa 05/08/2013 às 16:10

    Oi Wanessa,
    Muito legal você compartilhar sua viagem com todos. Minha pretensão é ir em 2014, setembro ou outubro, e suas dicas já me deixaram super empolgada.

  29. 71 Juliana Rocha 07/03/2014 às 15:23

    Oi, Wanessa, achei seu blog por acaso!
    Estou planejando uma ida à Machu em julho e já consegui muita coisa, mas estou perdida quanto ao trajeto de Aguas Calientes para Cuzco. No site do Perurail só acho trem de Olla para Cuzco, é o mesmo? Tem uma estação lá em Aguas Calientes, então imagino que ele passe por lá também, mas no site não informa isso e não quero comprar o ticket (caro) errado. Se puder me ajudar com essa informação, agradeço muito!
    Ademais, muito bons seus relatos, aproveitarei as dicas de restaurantes em Lima :)

    • 72 Wanessa 07/03/2014 às 19:03

      Oi, Juliana! Voc tem duas opes: ou pega o trem direto de Cuzco para Aguas Calientes (que a cidadezinha base para o passeio a Machu Picchu) ou vai de carro at Ollanta (o povoado de Ollantaytambo, no Vale Sagrado) e, de l, pega o trem para Aguas Calientes. Eu fiz essa segunda opo. Voc certamente vai visitar Ollantaytambo no seu passeio pelo Vale Sagrado. s programar tudo de maneira que esse passeio em Ollanta termine perto do horrio do seu trem. Mas isso s funciona se voc for dormir em Aguas Calientes para visitar Machu Picchu no dia seguinte, pela manh. Se seu plano for ir e voltar no mesmo dia, o ideal pegar o trem direto de Cuzco.

      • 73 Juliana Rocha 08/03/2014 às 13:10

        Oi, Wanessa, obrigada pela resposta, mas minha dúvida é na volta, já que eu vou através da trilha Salkantay mesmo. Para voltar de Aguas Calientes para Cuzco eu tenho que ir para Ollanta primeiro? Muito confuso! rs

        • 74 Wanessa 08/03/2014 às 13:18

          Nao tinha entendido, Juliana! Mas a volta funciona da mesma forma. De Aguas Calientes, voce pode pegar o trem até Ollanta e, de lá, um carro para Cuzco, ou ir direto para Cuzco. Na época da minha viagem, tinha duas estações em Cuzco, uma mais central, e outra, na periferia da cidade, chamada Poroy. Voce pode escolher a que preferir, pois sempre haverá taxis à disposição, inclusive para fazer o trajeto de Ollanta para Cuzco. Será q agora está mais claro? :-)

          • 75 Juliana Rocha 08/03/2014 às 18:41

            Ah, agora entendi :) Muito obrigada, Wanessa! Vou tentar comprar tudo antecipado para reduzir os imprevistos rs
            Parabéns pelo blog, muito bom!


  1. 1 Passo-a-passo a Lima e Machu Picchu, no ótimo blog da Lu Malheiros | Viaje na Viagem Trackback em 24/05/2009 às 20:10
  2. 2 Dossiê Peru « Cadernos de Viagem Trackback em 12/08/2009 às 22:55

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Blogs de Viagem

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 108 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: